ACUSADO DE MATAR ESPOSA A FACADAS POR CIÚMES É CONDENADO A 14 ANOS DE PRISÃO

Samuel Nascimento Molina foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado por matar a esposa Estefinin da Silva Souza, de 18 anos a facadas, por ciúmes. Julgamento foi realizado ontem no Tribunal do Júri de Terenos.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, no dia 30 de março de 2014, acusado e vítima bebiam com amigos, quando um conhecido disse para Samuel que Estefinin mantinha relação extraconjugal com homem que morava na Capital.

Por ciúmes, acusado iniciou uma discussão com a esposa, que fugiu para a casa do sogro, onde estava hospedada.

Cerca de meia hora depois, o homem foi até a casa dos pais armado com uma faca de cozinha e foi impedido de ir até o quarto onde vítima estava. Mulher foi orientada pelos sogros a se esconder no banheiro, mas decidiu fugir da casa a pé.

Acusado correu atrás da mulher, a alcançou em um terreno baldio e desferiu diversos golpes de faca contra a vítima, que morreu no local. Samuel já tinha passagens por violência doméstica e confessou o crime.

Na sentença, juiz Valter Tadeu Carvalho considerou a atenuante da confissão, mas apontou que ficou caracterizado o motivo torpe e meio cruel e fixou a pena em 14 anos. Fonte Correio do Estado.