ALIADO NÃO QUER SER MASSA DE MANOBRA DE PARTIDO DE ODILON

Aliado ao PDT desde o início do ano, o presidente do Podemos, Cláudio Sertão, reclamou que a diretoria do partido não tem diálogo com ele e com seus candidatos e que todos os nomes para a Câmara dos Deputados estão pensando em desistir. Ontem, o concorrente a deputado federal Paulo Estevão renunciou ao pleito.

Esta não é a primeira baixa por falta de diálogo na campanha do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) ao governo do Estado. A primeira foi do pré-candidato ao Senado e pecuarista Chico Maia. Seguido pelo senador Pedro Chaves, que abandonou a disputa eleitoral e ainda foi chamado indiretamente de “covarde” pelo magistrado em uma carta sem citar nomes, mas que foi divulgada logo após o anúncio do parlamentar.

Conforme informações de pessoas ligadas a Estevão, ele desanimou com a falta de proximidade com o juiz federal e, do começo ano até ontem, nenhuma reunião tinha sido feita entre Odilon e os postulantes da chapa proporcional.  Fonte Correio do Estado.