BRASIL PODE PASSAR CUBA E ASSUMIR 3º LUGAR NO QUADRO DE MEDALHAS

Pan de Toronto 2015

O quinto dia do Pan promete ser, mais uma vez, de muitas medalhas para o Brasil. Na teoria, o país vai finalmente assumir a terceira posição do quadro. Devem vir medalhas de ouro na ginástica, remo, natação, polo aquático, levantamento de peso e, quem sabe, no badminton. O dia também deve ser proveitoso para Cuba com a estreia na luta greco-romana, mas a tendência é ganha entre cinco e seis títulos.

O placar atual aponta Cuba com 14 e Brasil com 12. No meio deles, a Colômbia, com 14, mas que não deve melhorar muito esse número nesta quarta-feira.

O Brasil tem um atleta que é muito favorito ao ouro, Fernando Reis do levantamento de peso. Ainda deste esporte, o país pode sair com o título na categoria até 105kg, ou com Matheus Machado, ou Patrick Mendes.

No remo, o favortismo também impera. Fabiana Beltrame tem medalhado em várias etapas da Copa do Mundo, e é o grande nome para o skiff simples peso leve no Pan.

Na natação, chances de até três medalhas de ouro. Nos 200m peito, Thiago Pereira e Thiago Simon estão entre os favoritos, assim como Nicolas Oliveira nos 200m livre e Leonardo de Deus nos 200m costas. Não duvido que o 4x200m livre consiga brigar também pelo título, o que seria histórico.

No badminton, a seleção brasileira disputa como azarão duas finais contra os Estados Unidos, nas duplas masculina e feminina. As chances no masculino são um pouco maiores, eles venceram recentemente os rivais americanos em um torneio.

A ginástica tem seu último dia de finais. Flavia Saraiva tem chances reais de medalha no solo e na trave. Daniele Hypolito disputa o solo para levar sua 11ª medalha na carreira. No masculino, grande aposta é de Caio no salto.

O polo aquático brasileiro joga pelo ouro que não vem desde 1963. Acho que o Brasil conquista sete ouros, contra quatro ou cinco de Cuba. Fonte Globo Esporte.