CELEBRAÇÃO MARCA INÍCIO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE DESTE ANO

Missa de celebração da Campanha da Fraternidade, em Campo Grande.  (Foto: Paulo Ribas / Correio do Estado)
Missa de celebração da Campanha da Fraternidade, em Campo Grande. (Foto: Paulo Ribas / Correio do Estado)

A celebração de abertura da Campanha da Fraternidade Ecumênica deste ano começou às 09h00 deste domingo no Ginásio Poliesportivo Dom Bosco, em Campo Grande. A missa é celebrada pelo arcebispo da Arquidiocese da Capital, Dom Dimas Lara Barbosa.

A campanha enfoca sobre a necessidade do saneamento básico no país e também aborda a necessidade de combate ao mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, vírus zika e chikungunya. O tema é “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5, 24).

Para tentar envolver os fiéis no combate ao mosquito, a eliminação dos criadouros deve ser assunto recorrente em reuniões. Na celebração deste manhã, a organização da arquidiocese promoveu uma interação com as pessoas presentes e fez um painel para demonstrar quais tipos de objetos podem servir para que haja focos do mosquito.

A cerimônia pode ser acompanhada por meio deste link.

DIVULGAÇÃO AMPLIADA

A cada cinco anos, a Campanha da Fraternidade acontece de forma ecumênica, congregando igrejas cristãs além da católica.

Para organizar o evento deste ano, o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs reuniu-se para tratar da proposta. O CONIC é formado pela igreja católica apostólica romanna, igreja evangélica de confissão luterana no Brasil, igreja episcopal anglicana do Brasil, igreja presbiteriana unida do Brasil e pela igreja síria ortodoxo de Antioquia.

Mais três organizações participam da campanha de 2016: o centro ecumênico de serviços à evangelização e Educação Popular (CESEEP), visão mundial e aliança de batistas do Brasil. Fonte Correio do Estado.