CRIANÇAS QUE NÃO TIVEREM VACINAÇÃO EM DIA NÃO PODERÃO SER MATRICULADAS

Projeto de lei que obriga a apresentação da carteira de vacinação infantil para matricular crianças em escolas estaduais foi aprovado em primeira votação durante sessão desta quarta-feira (31), na Assembleia Legislativa.

A proposta é de autoria do deputado estadual Pedro Kemp (PT) e a justificativa é de que muitos pais deixaram de vacinar seus filhos contra doenças graves, como sarampo e paralisia infantil. “Em função de notícias falsas e informações equivocadas, muitos pais estão deixando de levar seus filhos para vacinar”, disse Kemp.

O parlamentar lembrou também do número dos casos suspeitos de sarampo que praticamente dobrou em Campo Grande. 

Além da obrigação da apresentação da carteira de vacinação no ato da matrícula de crianças, o pai deverá estar em dia com a imunização de seus filhos para poder ter acesso aos programas sociais, como o Vale Renda do Governo Federal.

A proposta voltará a ser apreciada em segunda votação em plenário e se aprovada, será encaminhada para sanção do governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB). Fonte Correio do Estado.