DECRETADA PRISÃO DE MULHER QUE MANDOU FILHO MATAR O PADRASTO, NA CAPITAL

O juiz José Henrique Neiva de Carvalho decretou na manhã de ontem, a prisão preventiva da manicure Renata Cristina Vicente da Silva, de 34 anos, que teria usado o filho adolescente para matar o padrasto, Cristiano de Jesus Martins, estrangulado.

O crime aconteceu na madrugada de domingo, na Rua Vaz de Caminha, Bairro Jardim Noroeste, em Campo Grande.

A mulher, que tem passagem policial por furto, foi presa e o filho apreendido. Ontem, ela foi levada à audiência de custódia, tendo o juiz de plantão decidido pela transformação da prisão em flagrante em prisão preventiva. Ela foi transferida para o Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi”.

O adolescente foi encaminhado para custódia na Unidade Educacional de Internação (Unei) Dom Bosco.

A versão inicial sobre o crime é de que o adolescente teria matado o padrasto para defender a mãe, em meio a uma briga. Ele teria chegado em casa e ouvido a mãe gritar por socorro, durante suposta agressão.

Para defender Renata, o menor teria dado um golpe conhecido como “mata leão” em Cristiano e pedido que ela chamasse a polícia. Fonte Correio do Estado.