DEPOIS DE ATENTADO, AGENTES PENITENCIÁRIOS PARAM HOJE

Depois do atentado contra o agente penitenciário Enderson Antônio Bogas Severi, de 36 anos, servidores da categoria param atividades para exigir mais segurança, hoje. Protesto está marcado para às 8h, em frente ao Complexo Penitenciário, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

O trabalhador foi baleado no dia 31 do mês passado quando seguia para dia de expediente no presídio de Naviraí. Pistoleiros ocupavam motocicleta e dois suspeitos chegaram a ser presos horas depois. Um dos tiros entrou pelas costas e perfurou o pulmão de Enderson. Ele foi submetido à cirurgia e o último boletim médico apontava que o estado de saúde dele permanecia grave.

Além deste episódio, dias antes ocorreu rebelião no presídio da cidade e dois detentos foram assassinados. O motivo teria sido rixa entre facções criminosas. Conforme o presidente do Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária), o objetivo do protesto é chamar atenção das autoridades para a falta de segurança.

” Servidores estão vivendo reféns de sistema penitenciário caótico, em que suas vidas estão sendo colocadas em risco. A nossa manifestação terá reflexo direto em algumas rotinas, sendo que neste dia, apenas os serviços considerados essenciais serão mantidos, bem como aqueles de caráter urgente”, enfatiza o sindicalista. A manifestação deve durar apenas o dia. Fonte Correio do Estado.