DEPUTADOS VOLTAM AO TRABALHO DE OLHO NOS VOTOS

Depois das convenções partidárias, os deputados estaduais voltam a trabalhar sem perder de vista o eleitor. A expectativa de renovação com o surgimento de novas lideranças políticas e o alto índice de abstenção são fatores que preocupam os atuais detentores de mandato. “[Com] a projeção de abstenção de 30% a 35%, acredito que será a eleição mais complexa dos últimos 50 anos”, comentou o deputado Amarildo Cruz (PT).

Ele ressaltou ter sido beneficiado pela renovação dos integrantes da Assembleia Legislativa. “Sempre tem renovação. Só entrei em 2007 porque teve renovação”, afirmou. “Eleição é igual time de futebol, mas também não dá para colocar um monte de pernas de paus”, advertiu. Ele acredita, no entanto, que, numa chapa proporcional “com 200 mil votos, nós conseguimos eleger quatro a cinco deputados estaduais”.

O deputado Enelvo Felini (PSDB) é outro preocupado com a perspectiva de elevado índice de abstenção nas próximas eleições. “A abstenção também é preocupante, estará acima dos anos anteriores. Acho que vai atingir 30% e que tipo de eleitor é esse que não vai votar, será?”, indagou o parlamentar. Fonte Correio do Estado.