ENTULHOS EM TERRENOS CRIAM SURTO DE ESCORPIÕES EM TRÊS LAGOAS

Somente neste ano, já foram mais de 100 chamados e 40 pessoas foram picadas

Um surto de escorpiões em Três Lagoas fez com que a Secretaria de Saúde da cidade realizasse um curso para os agentes de saúde do município. A especialização dos profissionais foi feita para que os agentes possam orientar melhor a população na limpeza de quintais.

De acordo com o coordenador de endemias no município, Fernando Garcia, a única maneira de prevenção é manter os quintais livres de entulhos. “Não se trata de matagais, eles não gostam disso, mas sim de entulhos”, ressalta.

O coordenador detalhou que neste ano mais de 100 pessoas recorreram ao centro de endemias solicitando informações relacionadas ao encontro de escorpiões em residências. Desse número, 40 pessoas foram picadas e quatro delas pela espécie Tityus serrulatos​, considerada como de risco médico.

Entretanto, Fernando Garcia ressalta que mesmo a espécie não venenosa, conhecida como Bothriurus, pode matar uma pessoa alérgica ou uma criança pequena.

“O surto de escorpiões não é um problema isolado, se trata de Brasil. Um último levantamento, de 2012, aponta que 53% dos problemas com peçonhentos no país é com escorpiões e as crianças são as maiores vítimas dentro de casa. O problema é a higiene dos quintais”, comenta.

Outro ponto mencionado por Garcia é que existe uma espécie de aranha bastante semelhante a estrutura de um escorpião, conhecida como escorpião vinagre, que ajuda a controlar a população desses animais peçonhentos. “Esse é um ótimo animal, ele não é agressivo e é predador da espécie Tityus serrulatos, portanto se encontrá-lo é importante soltá-lo porque se trata de um guardião”, disse. Fonte Correio do Estado.