ESQUEMA QUE FACILITAVA ENTRADA DE ESTRANGEIROS NO PAÍS FUNCIONAVA EM MS

Operação da Polícia Federal é deflagrada na manhã de hoje para desarticular grupo que falsificava documentos públicos com o objetivo de promover o ingresso de estrangeiros em território brasileiro. A ação batizada de ”Falsário” cumpre cinco mandados de busca e apreensão nos municípios de São Gabriel do Oeste, onde era instalada a base do esquema criminoso, e Campo Grande.

Conforme nota da instituição federal, investigação começou a partir de flagrante feito na cidade de Ponta Porã. Pessoa tentava emitir passaporte quando foi constada falsificação de vários documentos e ela acabou confessando que havia sido beneficiada pela fraude.

A organização atuava junto ao Serviço Notarial e de Registro Civil do Distrito de Areado, em São Gabriel do Oeste. No setor, dados falsos eram inseridos nos sistemas de informações para gerar certidões de nascimento ideologicamente falsas.

Dessa maneira, os dados constantes nas certidões não existiam no respectivo livro cartorário. Entretanto esses documentos tinham total credibilidade perante a outras instituições públicas, tendo em vista que eram emitidos por setor autorizado.

A operação foi batizada de “Falsário”, em referência a ação praticada pelo grupo na obtenção de documentos públicos.

Materiais que estão sendo apreendidos são encaminhados para a Superintendência da PF, na Capital. Entrevista coletiva com a divulgação do resultado da ação deve acontecer ainda hoje. Fonte Correio do Estado.