HOMEM É ASSASSINADO A TIROS NA REGIÃO CENTRAL E SUSPEITA É ACERTO DE CONTAS

Luiz Carlos Gregol, 40 anos, foi executado a tiros, na tarde de ontem, na região central de Amambai. No ano passado, Gregol sequestrou e manteve um rapaz em cárcere privado, em tentativa de vingar o homicídio de familiares, e há suspeita que ele foi assassinado em acerto de contas.

De acordo com informações do site Dourados Agora, vítima estava em uma caminhonete, na Avenida Pedro Manvailler, quando pistoleiros efetuaram disparos contra o veículo. Gregol foi atingido por pelo menos seis dos disparos.

Polícia Civil e perícia foram ao local fazer os levantamentos. Até a publicação desta reportagem, não havia informações sobre os autores do crime.

PASSADO CRIMINOSO

Conhecido como Tatá Gregol, Luiz foi preso no dia 30 de julho de 2017 por posse ilegal de arma de fogo, associação criminosa e sequestro. Junto com outras três pessoas, ele sequestrou e manteve em cárcere privado um jovem de 25 anos.

Consta em boletim de ocorrência da época que o jovem estava em casa, quando o grupo chegou e o mandou entrar no veículo. Durante o trajeto até o cativeiro, criminosos começaram a questioná-lo sobre o que ele sabia referente a um duplo homicídio que havia acontecido recentemente, tendo como vítimas o filho e o irmão de Gregol.

No apartamento de Luiz Carlos foram encontrados uma pistola calibre .380 e duas agendas com várias anotações bancárias, cheques e extratos. Ele foi preso, junto com os outros suspeitos, mas teve a liberdade concedida pela Justiça dias depois. A vítima não sofreu ferimentos e foi libertada. Fonte Correio do Estado