INVESTIGAÇÃO APONTA SUMIÇO DE R$ 1,1 MILHÃO NA SANTA CASA

O Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus) quer a devolução de R$ 1.179.034,12 referente a repasses de recursos que não tiveram prestação de contas pela Santa Casa de Campo Grande.

A quantia “desaparecida” foi detecta em auditoria do órgão federal, realizada nas contas do maior hospital do Estado, referente ao período de 6 de fevereiro de 2012 e 31 de março de 2017.

O documento que comprova a devassa nas contas da Santa Casa foi apresentado pelo vereador Hederson Fritz Morais da Silveira (PSD), ontem (4), durante sessão da Câmara Municipal, onde o presidente da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG), Esacheu Nascimento, prestou esclarecimentos sobre as contas do hospital.

Sabatinado, Nascimento, usou a tribuna para apresentar explicações aos parlamentares sobre a necessidade de aumento do repasse de recursos da prefeitura para a Santa Casa.

Em meio às explicações, chamou a atenção muitos dados divergentes entre os apresentados pela direção da Santa Casa e pelos vereadores, que afirmavam ter conseguido as informações junto ao Ministério da Saúde. Fonte Correio do Estado.