JUSTIÇA ELEITORAL BARRA CANDIDATURA DE CONDENADO POR ENRIQUECIMENTO ILÍCITO

O candidato a prefeito de Água Clara, Edvaldo Alves de Queiroz, o Tupete (PDT), teve seu pedido de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral.

Segundo o Ministério Público Estadual, estão envolvidos nas fraudes 19 empresários que junto com o ex-prefeito e seu secretário de Finanças tiveram seus bens bloqueados. São mais de 1,9 milhões de reais.

O pedetista foi considerado inelegível por causa de uma condenação de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito, em novembro de 2013. A coligação ainda pode substituir o candidato. Fonte Correio do Estado.