Mandetta vai a Roraima para verificar situação de refugiados venezuelanos

O titular da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), e mais cinco ministros visitam grupos de refugiados venezuelanos atendidos pela Operação Acolhida em Roraima nesta quinta-feira (17). Eles serão recebidos pelo governador Antonio Denarium (PSL) e ficam no estado até sexta (18).

Além de Mandetta, o grupo é formado pelos ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; da Educação, Ricardo Vélez; da Cidadania, Osmar Terra; da Saúde, Luiz Henrique Mandetta; da Controladoria Geral da União, Wagner Rosário; e da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

Eles chegam à Base Aérea da capital de Roraima, Boa Vista, às 11h, no horário local, 13h pelo horário de Brasília. Durante a tarde, ele vão conhecer as instalações e os refugiados da Operação Acolhida. No começo da noite, concedem uma entrevista coletiva.

A Operação Acolhida foi criada ano passado pelo então presidente Michel Temer (MDB) para lidar com o crescente fluxo de imigrantes venezuelanos cruzando a fronteira do Brasil por Roraima.

Será a primeira visita oficial interministerial do ano na gestão de Bolsonaro, informou o governo de Roraima.

Desde o final de 2015, Roraima recebe um grande e crescente número de imigrantes venezuelanos que entram no Brasil pela fronteira do estado. Eles fogem da fome, do desemprego e da falta de serviços de saúde no país governado por Nicolás Maduro.

*Fonte Midiamax