NA TORCIDA PELO VASCO, COCADA REVELA SONHO DE VOLTAR

História do Futebol

Cocada foi o autor do Gol do Título de 1988 contra oFlamengo
Cocada foi o autor do Gol do Título de 1988.

Cocada foi um lateral-direito que, entre outros clubes, defendeu Flamengo e Vasco na década de 1980. Foi campeão em ambos. Dois foram mais marcantes, o Brasileiro, em 1983, com o rubro-negro, e Carioca, em 1988, com o cruz-maltino. Hoje, ele não esconde de ninguém a sua predileção pelo Gigante da Colina, clube em que pretende retornar um dia.

“Torço para o Vasco por todo o momento que está acontecendo. A torcida do Vasco merece essa vitória para ser um alívio. Aposto 1 x 0″, disse ele em entrevista a Rádio Bradesco Esportes Rio sobre o confronto entre os rivais pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 22h, com transmissão ao vivo da Band.

Na partida de ida, o Vasco venceu por 1 a 0, e por isso joga pelo empate. Se o palpite de Cocada estiver correto, será mais que o suficiente para o cruz-maltino garantir vaga nas quartas de final da competição.

O sonho de Cocada, formado em Educação Física e que já trabalhou como preparador físico em alguns clubes, quase sempre junto ao irmão Muller, ex-atacante do São Paulo, é virar técnico do Vasco. “Tenho o sonho a realizar que seria ser treinador do Vasco”, revelou.

Enquanto a oportunidade não aparece, Cocada é sempre lembrado pelo gol que fez sobre o Flamengo na final do Carioca de 1988, garantindo o título ao Vasco. O ex-jogador entrou em campo aos 41 minutos do segundo tempo, fez o gol aos 44 e foi expulso aos 45, por tirar a camisa na comemoração. A cena entrou para a história do clube.

“O atleta não podia tirar camisa que tomava cartão vermelho. Houve briga generalizada, mas não participei”, falou sobre aquela final. “Sou sempre lembrado e isso sempre é uma grande satisfação”, acrescentou.

Cocada sabe que a fase atual do Vasco não é fácil, muito pelo contrário. Lanterna do Campeonato Brasileiro, ele mantém a esperança de que o clube vai sair dessa situação, apesar de não ver muitos sinais de que isso possa acontecer.

“A gente não vê uma luz no fim do túnel, mas segue acreditando. O lugar do clube é no patamar de cima. Diversos clubes estão sempre levando vantagem sobre o Vasco. Eu me solidarizo com a situação do clube”, opinou. Fonte Band.