NEPOTISMO DESCARADO EM ÁGUA CLARA ENVOLVE PREFEITO “TUPETE” E SUA VICE

ÁGUA CLARA (MS) – Já seria um absurdo ganhar R$ 27 mil por mês para ser prefeito da cidade e mais R$ 17 mil para não fazer nada como vice-prefeito. Mas o prefeito Edivaldo Alves de Queiroz (PDT) também conhecido por “Tupete” e sua vice Jurema Nogueira Matos, eleitos há um ano em Água Clara (MS), não acharam suficiente e decidiram transformar a prefeitura num grande cabide de ilegalidade e imoralidade, contratando parentes, amigos, namoradores e correligionários fiéis. Todos ganhando os maiores salários para o padrão de um município pobre, ocupando cargos de confiança contratados sem concurso público, ou com remuneração especial para os concursados amigos que foram desviados de suas funções.

Num levantamento preliminar, com ajuda confidente de alguns servidores municipais, estima-se que familiares e amigos de confiança de “Topete” e de Jurema, somariam mais de R$ 100 mil todos os meses, ou cerca de R$ 1,4 milhão por ano. Em quatro anos de mandato seriam R$ 4,8 milhões ou perto de R$ 10 milhões se forem reeleitos.

Água Clara: Vice-prefeita emprega marido, filhos e irmã

A vice prefeita Jurema Nogueira tem na prefeitura seu marido, Ézio Matos que é Secretário de Esportes com vencimentos em torno de R$ 7.500,00. O filho deles, Diego Matos, que é dentista, foi contratado para prestar serviços com 30 horas semanais ganhando em torno de R$ 4 mil. Uma irmã de Jurema, a professora Sônia Nogueira Castro, que já era servidora da prefeitura, foi indicada para ser diretora da Escola Municipal Márcia Fiorati, onde o salário foi reforçado e ela deve estar recebendo cerca de R$ 7 mil mensais.

A vice prefeita também conseguiu contratar sua filha para trabalhar na Prefeitura. Jéssica Matos havia se formado em medicina pela Universidade Anhanguera de São Paulo, que é particular, no final do ano passado ( 2017). Agora já faz plantão no Hospital Municipal de Água Clara recebendo em cada um deles cerca de R$ 2.400,00 . A estimativa é que seus vencimentos atinjam cerca de R$ 10 mil por mês.

Prefeito “Tupete” contrata sobrinhas

O prefeito Edivaldo Alves Queiroz também conduziu suas duas sobrinhas para ocupar cargos de confiança: Karen Queiroz, que trabalhava ganhando cerca de R$ 1.900,00 como advogada, foi nomeada para chefia do CRAS- Centro de Referência de Assistência Social para praticamente dobrar o salário. Vanessa Queiroz, outra sobrinha, foi nomeada para chefiar o Posto de Saúde Central e vai levar seus R$ 7 mil por mês.

Primeira dama também não fica atrás

A primeira dama Célia Batista conseguiu empregar na Prefeitura o cunhado Sérgio Batista que é procurador jurídico e sua prima Selma Batista, como Coordenadora da Habitação. Há ainda uma irmã que é agente comunitária.

Em Água Clara são 9 vereadores na Câmara Municipal, mas segundo informações cada um tem direito a 10 indicações para empregar amigos, correligionários e até parentes. Talvez por esse motivo, o Legislativo de Água Clara ainda não viu até agora, qualquer irregularidade em nepotismo ou imoralidade. Água Clara tem cerca de 14 mil habitantes e os vereadores tem salários em torno de R$ 7 mil. Fonte Blog Toninho do Estadão.