Polícia encontra corpo furtado em cemitério; suspeito é preso

Equipe da Polícia Civil de Dois Irmãos do Buriti encontrou o corpo de Rosilei Potronieli, 37 anos. A delegada responsável pelo caso, Nelly Gomes dos Santos Macedo, revelou no início da noite desta quinta-feira (14), em Campo Grande, perto do Aeroporto Santa Maria, saída para Três Lagoas. Edson Maciel Gomes foi detido como suspeito de ter “exumado”, sem qualquer autorização, o corpo de Rosilei, sepultado no cemitério de Dois Irmãos do Buriti na segunda-feira (11). 

Há ainda um outro suspeito preso, cuja identidade não foi revelada.  No fim da tarde a polícia já tinha a identificação dos homens que furtaram o corpo. Edmilson já estava preso. . Mais cedo, à reportagem do Correio do Estado, a delegada disse que não poderia dar detalhes das buscas, mas explicou que a equipe está seguindo vestígios de onde poderia estar o corpo da mulher.

A delegada informou ainda que os suspeitos pelo furto do corpo não têm ligação com a morte da vítima. O motivo para o crime seria porque um deles era obcecado pela mulher.

Nelly disse ainda que as buscas pelo corpo continuam e as circunstâncias deste furto ainda estão sendo investigadas. Ela não forneceu nenhum outro detalhe para não prejudicar as investigações.

O Correio do Estado apurou que câmeras de segurança ajudaram na identificação dos suspeitos.

O CASO

O corpo de Rosilei Potronieli foi furtado do cemitério municipal de Dois Irmãos do Buriti. O crime foi descoberto na última segunda-feira. Ela foi assassinada no dia 10 de fevereiro após se envolver numa discussão com um homem, num bar de Terenos. O coveiro do cemitério foi quem constatou o furto do corpo após ver que o túmulo estava revirado. *Fonte Correio do Estado (Colaborou Yarima Mechi)