SUSPEITOS DE ASSALTAREM FAMÍLIA REVIDAM ABORDAGEM E MORREM

Os suspeitos de assaltarem família em Dourados ontem foram mortos em confronto com a Polícia Militar na tarde de ontem. Duas pessoas, ainda não identificadas, reagiram à abordagem de policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF).

Os homens alvejados foram socorridos para o Hospital da Vida, mas não resistiram. Segundo os policiais, quando os suspeitos viram a viatura, passaram a atirar.

Foi possível realizar essa abordagem porque o DOF recebeu denúncia por telefone de que dois possíveis integrantes de quadrilha que realizou assalto no bairro Jardim Raslém, estavam em região de Dourados conhecida como Canaã 3.

O comunicado aconteceu porque pela manhã, Robson Barbosa Soares, 22 anos, e Carla Dorneles dos Santos, 24 anos, foram presos em Laguna Carapã, perto do parque de exposições da cidade, na MS-379. As imagens dos dois foram divulgadas no interior do Estado e eles foram reconhecidos. Logo depois, o DOF foi informado sobre a possível localização de mais envolvidos naquele crime.

Com essa dupla, os policiais militares de Laguna Carapã encontraram caminhonete Amarok, que fora roubada da família. Um carro Renault Fluence também foi levado.

Também foram apreendidos dois revólveres, .32 e .38, que estavam com os suspeitos abordados no Canaã 3, em Dourados.

Participaram do assalto cinco pessoas. Depois de um dia de investigação, dois foram presos, outros dois acabaram mortos e o outro estaria no Paraguai, apurou a polícia.

FAMÍLIA RENDIDA

Homem, de 41 anos, declarou para policiais que o assalto que ele a família sofreram teve a participação de pelo menos cinco criminosos, entre eles uma mulher.

Conforme relatos, o morador estava na companhia da esposa, 40 anos, e de duas filhas, entre elas um bebê. Os assaltantes ficaram com a família por cerca de uma hora e meia.

O homem teve os braços amarrados com cadarço. A esposa e a filha dele não foram imobilizadas, mas tiveram que permanecer de cabeça abaixada. O bebê dormia.

Foram levados da casa uma Amarok, já recuperada, um Fluence, placas NRP-4542, três notebooks, uma bicicleta, três correntes de ouro, duas câmeras fotográficas, dois celulares, uma TV 40 polegadas, uma impressora e um monitor 20 polegadas. Fonte Correio do Estado.