SUSPEITOS MORTOS OPTARAM PELO CONFRONTO, DIZ NOVO COMANDANTE DA PM

troca de comandoO novo comandante da Polícia Militar, coronel Jorge Edgard Júdice Teixeira, justificou a morte de criminosos como resultante de confronto com os agentes de segurança. Desde janeiro, oito suspeitos morreram durante troca de tiros com o Batalhão de Choque (BPChoque) em Campo Grande.

“Eles fizeram a opção do confronto com a Polícia Militar e o resultado pode ser fatal”, pontuou o coronel durante cerimônia de posse nesta segunda-feira (29). Ele ressaltou como desafio acelerar o processo de promoção funcional e ampliar a presença da tropa em áreas estratégicas.

Jorge Edgard é formado em direito e fez parte da extinta Tropa Ostensiva de Repressão Armada (TORA). Ele substitui o coronel Deusdete Souza de Oliveira Filho, que foi para a reserva remunerada depois de um ano à frente do Comando-Geral.

Em balanço, seu antecessor ressaltou que 22 mil pessoas foram encaminhadas para delegacias de Polícia Civil, além de 4 mil foragidos da Justiça. Foram apreendidos 2,5 mil veículos e 4,1 mil armas de fogo.

No último ano, foram incorporados 937 novos soldados, além da promoção funcional de 1.084 praças e 56 oficiais. Houve ainda o recebimento de 3,2 mil armas e 12 viaturas alugadas, destinadas em sua maioria ao Batalhão de Choque (BPChoque). Fonte Correio do Estado.