Vereadores de Campo Grande podem ter maior salário do Brasil

Os 29 vereadores de Campo Grande terão o maior salário do País, caso seja aprovado em segundo turno, o projeto que aumenta para R$ 18,9 mil, o rendimento deles que hoje é de R$ 15 mil. Diante da repercussão negativa, o prefeito Marcos Trad (PSD) teria se reunido ontem à tarde com o presidente da Câmara Municipal, João Rocha (PSDB), para avisar que vetará o reajuste salarial dos vereadores. Mas não tem como vetar o seu próprio aumento. Neste caso, caberá o Legislativo rejeitar a emenda em segunda votação.

Esse reajuste do salário do vereador é também pago hoje aos integrantes do Legislativo Municipal do Rio de Janeiro (RJ) e de Aracaju (SE).  O aumento com validade a partir de 2021, foi aprovado por 24 vereadores, sendo que dois votaram contra e três faltaram da sessão. A segunda votação está marcada para o próximo dia 20.

Considerado alto em comparação com a média salarial da população da Capital que é de R$ 2,4 mil — dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2016 —, o subsídio dos vereadores da Capital pode chegar a R$ 22,5 mil, caso os deputados federais sigam o exemplo dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e aumentem seus rendimentos em 16,38%, passando de R$ 33.7 mil para R$ 39.2 mil.

Como o salário do ministro da Suprema Corte é o teto do funcionalismo público, deve haver efeito cascata nos rendimentos de outros servidores do Poder Judiciário e dos demais Poderes da União. No Congresso Nacional, senadores e deputados federais já dão como certa a aprovação de um aumento do mesmo tamanho. Fonte Correio do Estado.