VEREADORES DESCOBREM DEPOIMENTO DE BERNAL E RELAÇÃO VOLTA A AZEDAR

Campo Grande/MS

alcides bernalO prefeito Alcides Bernal (PP) voltou a dialogar com vereadores para tentar chegar a um número pelo menos razoável na base de sustentação dele na Câmara. Todavia, uma descoberta dos parlamentares voltou a azedar a relação.

Os vereadores descobriram que o prefeito prestou um depoimento forte ao Ministério Público Estadual no dia 27 de agosto, um dia antes de ir à Câmara pedir paz. O depoimento tinha ficado em sigilo, mas agora foi descoberto e colocou ainda mais pimenta na relação entre vereadores e prefeito.

Na ocasião, a visita do prefeito foi bem recebida pelos vereadores, mas bastou alguns dias para tudo voltar ao normal. Na verdade, a relação do prefeito com vereadores é ainda pior do que na primeira passagem. Hoje o prefeito tem apenas quatro na base de sustentação: Cazuza (PP), Luiza Ribeiro (PPS), Betinho (PRB) e Eduardo Cury (PTdoB).

Bernal e vereadores têm dificuldade para se entender por conta da Operação Coffee Break, do Gaeco. A operação deixou vários parlamentares na berlinda e o passo a passo das investigações acaba colocando mais pimenta na já tumultuada relação.

Hoje Bernal não tem o apoio nem dos vereadores do PT, que declararam independência, mas estão mais próximos da oposição. Segundo petistas, Bernal queria dar cargo em troca de apoio na eleição do ano que vem e acabou impedindo o acordo.

O clima de incertezas quanto ao futuro dos vereadores acabou esfriando o discurso da oposição na Câmara. Com receio do que pode acontecer na Coffee Break, vereadores estão evitando polêmicas, mas também se recusam a integrar a base de Bernal. Fonte Midiamax.